Blog

O jardim das empresas

Publicado em 30 de março de 2022
Pare de correr atrás das borboletas, arrume seu jardim que as borboletas vem.

Esta frase é por vezes atribuída a Mário Quintana, mas pelo jeito ela é de autor desconhecido, conforme pesquisamos na web.

O que interessa pra nós é o sentido dela e o grande ensinamento prático para lidar com empresas.
Faça a seguinte experiência, tire um tempo e arrume uma gaveta que faz tempo que você quer arrumar. Quando acabar, preste atenção ao clima que ficou em volta de você.
Na empresa é a mesma coisa, se você tirar um tempo pra arrumar, vai perceber muitas coisas acontecendo e mais aquele sentimento de brio que vai estar pairando no ar.
Por vezes podemos começar no físico mesmo, arrumando as gavetas, os armários, jogando fora o que ficou acumulado, etc. Mas pode ser que você queira arrumar os processos, repensar como funcionam, ordenar os departamentos, as comunicações internas, etc. De repente até pode querer ir mais longe e pensar na razão da empresa existir, voltar na origem, ver o tal propósito que tanto se fala hoje.
O fato é que, quando arrumamos nossa casa podemos receber visita com mais alegria. E onde tem alegria tem vida. Como diz minha mulher, a Cris, é preciso ter flores para atrair as borboletas. E estas flores são nossos produtos e serviços bem feitos e entregues com qualidade.
E porque uma agência tá falando disso se o que move a agência é a comunicação? Porque não adianta comunicar se a casa tá desarrumada, pode até ser pior, pois não se dá sustentação ao que chega e não se mantem o cliente conquistado.
Ps.: Sei que é um texto meio maluco, espero que gostem e que seja útil. Na Fly nós usamos há anos e funciona! O mais difícil é ter a pachorra de parar e fazer. Rss.

Mais publicações

Arquivo do Blog

COMPARTILHE